ADAP participa da segunda reunião da nova gestão do COMUDE Bauru

No dia 25 de janeiro, nas dependências da Casa dos Conselhos, situada à Rua Dr. Antônio Prudente, 1-148 – Jd. Estoril, o Coordenador Geral do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Bauru abriu a segunda reunião da nova gestão às 14h44min, passando a leitura em voz alta da ata da reunião anterior para a conselheira Salete, e o documento foi aprovado pelos demais conselheiros.

Dando continuidade, o Coordenador Geral iniciou a discussão dos assuntos da presente reunião relembrando uma sugestão, anteriormente discutida, de se realizar reuniões ordinárias itinerantes nas sedes das organizações sociais que atendem pessoas com deficiência e nas universidades que têm representantes no COMUDE. Ficou acordado então que este conselho deverá avisar com antecedência a instituição elegida em cada mês para sediar as reuniões, a fim de que tudo seja organizado a tempo e se torne viável a proposta.

Em seguida, foram determinadas as datas para as reuniões ordinárias do COMUDE, neste primeiro semestre de 2018: dias 06/02, 07/03, 04/04, 02/05 e 06/06, no horário das 14h30min às 16h30min. A reunião de fevereiro será na Casa dos Conselhos, e a de março, na SORRI. As localidades das demais reuniões serão decididas posteriormente.

Após esta deliberação, o Coordenador Geral falou a respeito da atualização do Regimento Interno do conselho, cuja primeira versão do texto será digitalizada pela participante Ariani, que se voluntariou a esta tarefa, e enviada por e-mail a cada conselheiro, para que estes possam fazer suas sugestões e rediscutir o assunto na próxima reunião do COMUDE.

Na sequência, o Coordenador Geral comentou sobre o curso de capacitação do AME, sobre a inclusão da pessoa com deficiência, e a representante da SORRI diz que é necessário ser um trabalho abrangente neste sentido. O Coordenador Geral também informou que enviou ofícios para vários órgãos da prefeitura, para que o COMUDE seja notificado a respeito de questões relativas às pessoas com deficiência, e que inclusive tentou marcar reuniões com o prefeito, mas sempre cancelam tais solicitações.

A conselheira Salete ressaltou a importância do poder público mediante a necessidade de se realizar um censo e/ou diagnóstico para identificar as realidades dos moradores com deficiência em Bauru, que a princípio seria um levantamento de dados via Cadastro Único da assistência social, saúde e educação. A conselheira Carla, da Secretaria Municipal de Educação, relatou que já existe um plano para essas avaliações para as escolas municipais, com o objetivo de adaptar tais espaços para atender aos alunos com deficiência.

Por último, iniciou-se um debate sobre a necessidade de intérprete de LIBRAS nas reuniões do COMUDE, ficando acordado que será feito um rodízio entre APAE, SORRI e Secretaria da Educação, sendo mencionado pelo Coordenador Geral que a Secretaria de Cultura também tem dois funcionários que são intérpretes, e foi sugerido que se oficie a Secretaria de Cultura sobre esta possibilidade de apoio.

Tal assunto será retomado na próxima reunião do conselho, onde será debatido sobre um projeto de uma Central de LIBRAS, que foi proposto pelo Gil (funcionário da APAE e intérprete nesta reunião). Gil relatou que apresentou tal projeto para o prefeito e também para o vereador Fábio Manfrinato, e que está no aguardo de uma resposta do vereador. Foi sugerido também pela conselheira Salete que se convide, por meio de ofício, o vereador Fábio Manfrinato para a próxima reunião, onde esse assunto será novamente discutido.

Nada mais havendo a tratar, o Coordenador Geral declarou encerrada a reunião às 16h45min e a ADAP seguirá acompanhando os debates bauruenses referentes aos direitos da pessoa com deficiência.

Por Ana Raquel Périco Mangili.

Fotos: divulgação.

Guia
Tech 4 Health
Vantagens

Faça sua doação

Contatos
Telefones:

(14) 3226-3388 (14) 3202-6091 (14) 3202-6092


Email:

Adap © 2018 - Todos os direitos reservados