ADAP participa da reunião de abril do COMUDE Bauru

No dia 13 de abril, nas dependências da APAE-Bauru, o Coordenador Geral do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (COMUDE) abriu a reunião às 14h30min, passando a leitura da ata da reunião anterior ao convidado Washington de Paula Rodrigues, sendo o documento aprovado por todos os conselheiros(as).

Em seguida, o Coordenador Geral deu a palavra ao membro titular do COMUDE, Eduardo Jannone da Silva, que falou sobre a questão do transporte alternativo “porta a porta” do tipo vans no município, a qual ficou evidente que, não somente o decreto, mas também a lei que regulamenta este tipo de transporte necessitaria de uma definição clara do tipo de deficiência física a ser contemplada pelo serviço. Janonne propõe, para o início das discussões, que os usuários deste serviço sejam as pessoas que não tenham autonomia em sua locomoção.

Depois, o Coordenador Geral comentou sobre as nuances envolvidas na questão de deferimento ou indeferimento, pelo COMUDE, da credencial especial para estacionamentos nas vagas reservadas destinadas às pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida. A questão foi colocada em votação ao pleno do COMUDE, onde, em unanimidade, ficou decidido que não serão mais aceitos os processos oriundos da EMDURB para estes fins, nos moldes atuais, por entender-se que o COMUDE não tem competência para avaliar e dar parecer sobre o Catálogo Internacional de Doenças (CID).

Vários membros do COMUDE e convidados na ocasião pediram a palavra e trouxeram seus questionamentos e pontos de vista. A convidada Sra. Renata Pereira da Silva Schiaveto relatou que, quando seu filho estava na APAE, sempre teve direito ao passe deficiente, mas depois que saiu, não conseguiu mais a liberação do passe, por causa da análise socioeconômica, mesmo a situação financeira sempre sendo a mesma. Ainda pontuou que a deficiência não tem a ver com a família, e sim com o indivíduo, que seu filho não deixa de ser deficiente ao receber alta das instituições hoje denominadas “O.S”.

O Coordenador Geral, antes do término da reunião, provocado por uma convidada no tocante às demais deficiências, falou sobre a necessidade de união de todas as pessoas com os diferentes tipos de deficiência, e seus respectivos responsáveis (quando for o caso), para apresentarem suas demandas a fim de que, juntos, possam lutar pela causa em comum.

Nada mais havendo a tratar, o Coordenador Geral declarou encerrada a reunião às 16h20min e a ADAP seguirá acompanhando os debates bauruenses referentes aos direitos da pessoa com deficiência.

 

Por Ana Raquel Périco Mangili.
Foto: divulgação.

Guia
Tech 4 Health
Vantagens

Faça sua doação

Contatos
Telefones:

(14) 3226-3388 (14) 3202-6091 (14) 3202-6092


Email:

Adap © 2018 - Todos os direitos reservados