Reunião de junho do COMUDE Bauru ocorre na ADAP

No dia oito de junho, nas dependências da sede da ADAP em Bauru, o conselheiro Arlindo Estevão Rodrigues, Terceiro Secretário do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (COMUDE) abriu a reunião ordinária de junho em segunda chamada às 14h24min, repassando a palavra à assistente social da ADAP Lícia Gelsi, que apresentou a história da entidade aos presentes na ocasião e também relatou a luta dos implantados brasileiros pelo custeamento da manutenção do Implante Coclear pelo SUS.

A partir disto, teve início um grande debate sobre questões relacionadas à deficiência auditiva, como o Oralismo, a cultura Surda, a acessibilidade comunicacional e a necessidade de profissionais intérpretes de LIBRAS nos espaços públicos e privados. Depois deste debate, o Terceiro Secretário passou a palavra à conselheira Susana, que fez a leitura da ata da reunião ordinária do dia quatro de maio de dois mil e dezoito. Feita a leitura e as correções necessárias, a mesma foi aprovada pelo pleno.

O Terceiro Secretário, então, solicitou do conselheiro Eduardo Jannone o parecer inicial do Grupo de Trabalho responsável pela reformulação do decreto referente ao transporte público convencional e o especial de vans porta a porta. Jannone disse que fez algumas pesquisas e acredita que a questão do transporte público envolve muito mais do que os veículos, pois deve haver atenção também aos pedestres com deficiência e aos comportamentos dos motoristas de ônibus perante passageiros com deficiência.

O conselheiro recomenda que o transporte de vans porta a porta seja para quem não tenha autonomia para usar o transporte público convencional, mas que, para a concessão deste benefício, deva ser considerado o Índice de Funcionalidade Brasileiro (IF-Br), segundo a LBI, pois a Classificação Internacional de Doenças (CID) não é adequada para medir o grau de funcionalidade da pessoa.

Após estas deliberações, a conselheira Susana fez, aos presentes na ocasião, um convite para a exposição itinerante acessível e gratuita “Cultura Popular e Diversidade Corporal no Folclore Brasileiro”, que ficará disponível no Teatro Municipal de Bauru até o dia 05 de julho. A conselheira Rose também fez um convite para o evento de abertura com mesa redonda “Ações para Erradicação do Trabalho Infantil”, no Teatro Municipal, às 18 horas no dia 12 de junho.

Nada mais havendo a tratar, o Terceiro Secretário declarou encerrada a reunião às 16h17min e a ADAP seguirá acompanhando os debates bauruenses referentes aos direitos da pessoa com deficiência.

Por Ana Raquel Périco Mangili.

Fotos: divulgação.

Guia
Tech 4 Health
Vantagens

Faça sua doação

Contatos
Telefones:

(14) 3226-3388 (14) 3202-6091 (14) 3202-6092


Email:

Adap © 2018 - Todos os direitos reservados